Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Engenharia > Bacharelado em Engenharia de Exploração e Produção de Petróleo
Início do conteúdo da página

Engenharia de Exploração e Produção de Petróleo

Publicado: Quarta, 16 de Março de 2016, 13h01 | Última atualização em Sexta, 31 de Maio de 2019, 20h57 | Acessos: 3957

 

FACULDADE DE ENGENHARIA

 

Curso de Engenharia de Exploração e Produção de Petróleo

Contexto do Curso Engenharia de Exploração e Produção de Petróleo

 

 

Em todo o mundo é permanente e crescente a demanda por profissionais especializados para a indústria do petróleo, no Brasil este cenário não é diferente. No período de 2009 a 2011, a indústria brasileira de petróleo e gás, pressionada pela demanda gerada pelo Pré-sal, trouxe para o Brasil quase 50 mil profissionais de outros países. Com isso, na lista dos setores produtivos, assumiu a liderança na importação de talentos, batendo o recorde de pedidos de visto de permanência para trabalhadores estrangeiros no Brasil.

Outro levantamento, feito pela BBC Brasil, contabilizou a entrada no país de 49.801 profissionais procedentes de países como Grã-Bretanha, Estados Unidos, Noruega, Holanda e França, no período de 2010 a 2012, para exercer diferentes cargos na indústria de petróleo e gás. Esse número, o mais recente divulgado pelo MTE, ratifica o estudo da Organização Internacional do Trabalho e confere ao Brasil a liderança na emissão de 25% de todas as permissões de trabalho, temporárias e permanentes, concedidas no período, envolvendo 15 atividades econômicas diferentes.

O déficit de mão de obra qualificada é um dos grandes gargalos da atividade. O número de técnicos e engenheiros especializados de que o país dispõe – ou que formará nos próximos anos – não é suficiente para dar conta das demandas geradas com o grande volume de investimentos direcionados à exploração e produção no Pré-sal. As jazidas do Pré-sal são o grande e novo evento para o Brasil. As novas descobertas se transformaram em reais oportunidades para o país.

Além do Pré-sal, outras áreas, com atividades em exploração, tornaram-se promissoras, em particular, a pesquisa que ora se realiza na foz do Rio Amazonas, envolvendo a costa do Pará, Amapá e Maranhão, associadas às possibilidades da ocorrência de petróleo e gás na região, faz de Salinópolis uma opção de apropriada logística, tanto para a exploração como para a sinalizada futura produção.

É, portanto, o momento oportuno de formar pessoal e gerar mais oportunidade para nossos jovens, para ingresso e atuação nessa área, atendendo a demanda crescente de pessoal qualificado na indústria do Petróleo.

 

 

Características Gerais do Curso

 

 

  • Modalidade Oferta: Presencial
  • Ingresso: Processo Seletivo
  • Vagas: 50
  • Turno: Matutino
  • Total de Períodos: 10
  • Duração mínima: 5.00 ano(s)
  • Duração máxima: 7.50 ano(s)
  • Turno: Vespertino
  • Total de Períodos: 10
  • Duração mínima: 5.00 ano(s)
  • Duração máxima: 7.50 ano(s)
  • Forma de Oferta: Modular e Paralela
  • Carga Horária Total: 4445 hora(s)
  • Título Conferido: Bacharel em Engenharia de Exploração e Produção de Petróleo
  • Período Letivo: Extensivo
  • Regime Acadêmico: Seriado

 

Objetivo do Curso

O objetivo do Curso de Bacharelado em Engenharia de Exploração e Produção de Petróleo é formar engenheiros dotados de conhecimentos e habilidades para atuarem nas diversas etapas que compreendem a cadeia de exploração e de produção de petróleo, no desenvolvimento de novas tecnologias e no melhoramento das existentes, frente às demandas e exigências do mercado atual e futuro.

 

Perfil do Egresso

O perfil do egresso desejado pelo Curso de Bacharelado em Engenharia de Exploração e

Produção de Petróleo é de um profissional com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, com sólido conhecimento técnico-científico, comportamento proativo e de independência e que esteja apto à resolução de problemas levando em consideração os aspectos sociopolíticos, econômicos, ambientais e culturais, apto a atuar em todas as fases da cadeia de exploração e produção do petróleo.

 

Competências específicas do Engenheiro de Exploração e Produção de Petróleo

Gerenciar as diversas atividades relacionadas com a exploração e produção de petróleo.

Desenvolver soluções inovadoras e eficientes dos problemas de engenharia relacionados com as atividades de exploração e produção de petróleo.

Interpretar e explicar os fenômenos físicos e químicos que ocorrem durante a exploração e produção de petróleo.

Projetar, coordenar e executar de forma segura e otimizada as atividades de perfuração e completações de poços de petróleo.

Garantir a produção e o escoamento do petróleo durante toda a vida produtiva das jazidas petrolíferas.

Prever a produção de óleo, gás, água e sólidos dos reservatórios de petróleo a partir de modelos teóricos e experimentais. Além disso, estimar o volume original de óleo e de gás no reservatório e otimizar o fator de recuperação dos campos de petróleo.

Caracterizar as formações portadoras de petróleo e desenvolver projetos de exploração de novas jazidas petrolíferas.

 

Criação do Curso / Projeto Pedagógico do Curso

 

A Criação do Curso de Bacharel em Engenharia de Exploração e Produção de Petróleo no Campus Universitário de Salinópolis foi aprovada pela Resolução Nº 4.563 de 28 de Agosto de 2014 pelo Conselho Superior da Universidade Federal do Pará.

O Projeto Pedagógico do Curso de Bacharel em Engenharia de Exploração e Produção de Petróleo (anexos) foi aprovado pela Resolução Nº 5.053 de 13 de Junho de 2018 pelo Conselho Superior da Universidade Federal do Pará.
 

Fim do conteúdo da página